Página Inicial » Redes Sociais

Notícias

17/07/2002Estado exportará gás natural em dois anos

Marjorie Moura Os investimentos na Baía de Camamu vão variar entre U$S 250 a 300 milhões, estando prevista a construção de um gasoduto de 110 km e de uma estação de tratamento em São Francisco do Conde. Com 20 bilhões de m³, a reserva permitirá que o Estado passe à condição de revendedor de gás natural para outros do Nordeste. A área deve entrar em operação dentro de dois anos, com produção de 2,5 a 3 milhões de m³ por dia. Este potencial permitirá o crescimento dos gasodutos destinados a atendimento residencial no Estado. A informação foi dada pelo gerente geral de exploração e produção da Petrobras-Ba, Valdemir Ferreira de Oliveira, durante o I Fórum de Gás Natural, realizado no salão Orquídea, do Hotel Bahia Fiesta. Representantes da Petrobras, Bahiagás e do BNDES apresentaram dados sobre o consumo na Bahia, que chega a 5,2 milhões de m³ por dia. Parte do produto ainda é importado de Sergipe (600 mil m³). Percival Franco do Amaral, diretor técnico e comercial da Bahiagás, explica que a empresa comercializa 3,5 milhões de m³ por dia, atendendo a 81 indústrias nos processos de aquecimento e sistemas de co-geração de energia. A construção de ramais para atendimento residencial sofreu um atraso, segundo Franco, devido às dificuldades de instalação de dutos, em locais onde já existem canalização de água, esgoto e fiação telefônica. Até o momento foram investidos R$ 10 milhões para estender o gasoduto de São Francisco do Conde, sendo necessários mais R$ 2 milhões para os ramais que atenderão os bairros de Pituba e Imbuí. Pioneiro O primeiro ponto a ser beneficiado em Salvador será o Loteamento Aquarius, que conta com duas mil residências e, segundo estimativa da Bahiagás, consumirá 2 mil m³ por dia. Percival Franco explica que o trabalho será lento, mas em outros setores como o industrial, a oferta de gás vem atraindo empresas e reativando as indústrias urbanas porque o produto não é poluente. Mais leve que o GLP, o gás natural se dilui no ar em caso de vazamentos, sendo a instalação de equipamentos ou conversão muito segura, afirma o diretor da fornecedora de gás. A oferta está sendo interiorizada para Feira de Santana e Santo Amaro, onde indústrias de grande porte como Kaiser e Pirelli estão optando pela mudança do sistema. O uso do Gás Natural Veicular (GNV) também vem crescendo e a Bahiagás atende a 12 postos, oito deles em Salvador, estando prevista a instalação de outros 10 na capital baiana.
Outras Notícias
Buscar por período:(dd/mm/aaaa) à

SCGÁS - Companhia de Gás de Santa Catarina

Rua Antônio Luz, 255 - Centro Empresarial Hoepcke - 88010-410 - Florianópolis - SC

Fone: (48) 3229-1200 • Emergência: 0800 48 5050Nota Legal