0800 048 5050 Fale Conosco

Notícias

Na pandemia, consumo de Gás Natural em Santa Catarina cresce acima da média nacional

O levantamento de consumo de Gás Natural no Brasil de setembro de 2020, divulgado pela Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás), revela que o consumo de Gás Natural teve retração de 29,2% quando comparado a setembro de 2019, reflexo da pandemia do novo coronavírus na economia nacional. Em Santa Catarina, por outro lado, os resultados são inversos: o consumo cresceu 6,9% no mesmo período, conforme dados da SCGÁS. 
 
O resultado catarinense foi acima da média nacional em diversos segmentos, mesmo com os reflexos da crise. Em setembro de 2020, a SCGÁS registrou recorde de distribuição mensal, quando o consumo de gás natural chegou a 63.933.302 metros cúbicos.
 
No segmento industrial, o crescimento em Santa Catarina foi de cerca de 10% no acumulado e 5,3% entre os meses de agosto e setembro. Em 2020, a SCGÁS conectou 40 novas indústrias e atingiu o marco de 300 clientes no segmento. No Brasil, o levantamento mensal da Abegás mostrou que o volume na indústria subiu 0,5% entre agosto e setembro e teve queda de 5% nos últimos 12 meses.
 
O presidente da SCGÁS, Willian Anderson Lehmkuhl, analisa que três principais fatores explicam esse diferencial da economia catarinense: "Praticamos a tarifa de gás natural mais competitiva do país há alguns anos e aplicamos de forma imediata política comercial extraordinária e temporária assim que a crise se apresentou. Além disso, Santa Catarina tem ramos industriais diversificados com um desenvolvimento regional mais equilibrado que a média nacional onde os principais pólos da região litorânea estão abastecidos. Como também, a política cambial do país vem favorecendo a exportação das nossas grandes marcas do segmento industrial, diminuindo sensivelmente a importação e fomentando, ao mesmo tempo, a produção local e o dinamismo de parques produtivos que vivenciavam certa capacidade ociosa nos últimos anos".
 
O consumo de GNV (Gás Natural Veicular) aumentou 5,25% entre agosto e outubro de 2020 no estado. No Brasil, o aumento foi de 0,8%. No acumulado dos 12 meses anteriores, a distribuição teve saldo negativo de -25,7% nacionalmente, enquanto em Santa Catarina, a queda foi apenas de -7,4%. Mesmo com retração, o segmento está apresentando recuperação desde abril no estado, com aumento da frota e crescimento de 40% no consumo.
 
Entre as residências consumidoras de gás natural, o consumo cresceu 11,5% no Estado comparado a setembro de 2019 e 3,2% durante o mesmo período no Brasil.



Assuntos relacionados